quarta-feira, 1 de agosto de 2012

“O beijo que desejo”

Da-me o teu beijo fresco,
Cujo sabor lembra a erva
Inda molhada de orvalho
No campo longínquo.

Da-me teu colo, rede de
Descanso deste meu penar,
Um tanto doloroso e carente!
Sou um tanto manso, calmo,

Porem ansioso por estar entre
Seus braços quentes, e seus
Beijos ardentes há! Loucura,

Por estar em tua vida, em teu
Doce olhar.

3 comentários:

  1. Um belo poema de amor.Parabéns poeta.

    ResponderExcluir
  2. Beijar com paixão é uma loucura!!! Beijos

    ResponderExcluir
  3. Sensível, provocante, encantador!!! Parabéns!
    Beijosssss

    ResponderExcluir

Agradeço por iluminar este espaço como um Dia de Verão!