quarta-feira, 2 de março de 2011

“A Face do Nosso Amor”

Pobre face fria, noutro tempo
Escondia-me, era eu tímido, e
Frio por dentro! O amor que
Me deste, certo que aquece-me.

Hoje, fui moldado de forma a
Dar-te o amor que sempre lhe
Pertenceu, o tempo agora parou,
E fundiu-nos feito roxa esculpida
No jardim de roseiral.

E hoje, a face desse amor vou te
Mostrar, e no peito para sempre
Quero guardar! Esse amor que
Aquece-me e mexe comigo, chega
Mais perto, vem ouvir este segredo.
Quero viver de amor junto com

Você, e em meus devaneios, minha
Alma encheu-se de emoção quando
A luz do teu olhar cruzou o meu olhar,
E nesse pouso de delírio, não tenho
Medo de errar, vou abraçar-te e a ti
Entregar-me.

Aninhalaqua & Joel Costadelli.

7 comentários:

  1. Maravilhoso...adorei,poesia cheia de ternura,Um beijo para você e para a Aninha.Adoro duetos!

    ResponderExcluir
  2. Quero guardar! Esse amor que
    Aquece-me e mexe comigo, chega
    Mais perto, vem ouvir este segredo.

    Lindooooooooooo...adorei o poema
    Bjsss Xan

    ResponderExcluir
  3. Cheguei até seu blog atraves do blog da Camila e estou encantada com tudo que li aqui, parabéns, você é otimo.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Esse amor tem uma linda face! Bj

    ResponderExcluir
  5. Cheguei até aqui através do 'delicado como flores'

    e gostei, sigo conhecendo...

    ResponderExcluir
  6. Olá Joel... parabéns pelo talento sempre... abraço!!!

    ResponderExcluir
  7. Só passando para ler de novo.

    ResponderExcluir

Agradeço por iluminar este espaço como um Dia de Verão!